Dica Cultural

Dica de Filme | Fahrenheit 11/9

Captura de Tela 2018 10 26 às 16.44.44

Conhecido por seus documentários em que tece críticas ácidas à economia capitalista e a determinados aspectos da cultura norte-americana, o diretor Michael Moore se propôs uma missão ousada em Fahrenheit 11/9: investigar as causas e as consequências que os atentados de 11 de setembro tiveram sobre os EUA e o Iraque, analisando as justificativas dadas pelo governo norte-americano para a invasão do país oriental e as ligações não esclarecidas entre as famílias Bush e Bin Laden.
.
O documentário suscitou muita polêmica por criticar abertamente a política intervencionista dos Estados Unidos no Oriente Médio, lançando luz sobre o interesse norte-americano por petróleo e a posição estratégica do Iraque no mercado petroleiro mundial, o que o tornou um alvo para os EUA.
.
O professor Caetano Mondadori recomenda a obra porque ela oferece uma versão diferente daquela usualmente adotada quando se fala dos atentados de 11 de setembro: EUA x terrorismo. Também por questionar até que ponto a guerra ao terror não foi um instrumento político usado pelo governo norte-americano para conquistar seus próprios objetivos, criando instabilidade política no Oriente Médio e, assim, facilitando a tomada e o controle de algumas regiões. Por fim, o professor recomenda essa e outras obras de Moore como referência para redações que falem sobre as consequências do capitalismo, sobre guerras, a busca por petróleo, a parcialidade do conceito de terrorismo, etc.
.
#dicadefilme #cinema #michaelmoore#documentario #11desetembro #terrorismo#redação #estudante #enem

O que você acha desse artigo?

Selecionados 0

Login

Criar uma conta

Seus dados pessoais serão usados para aprimorar a sua experiência em todo este site, para gerenciar o acesso a sua conta e para outros propósitos, como descritos em nossa política de privacidade

Recuperação de Senha

Precisa recuperar sua senha? Digite o e-mail cadastrado e você receberá um e-mail com um link para criar uma senha nova.