Precisa de ajuda?
Servidor I
Anterior
Próximo
Servidor II
Anterior
Próximo

Referência | A Morte da Verdade

Caetano Mondadori
Caetano Mondadori

Em “A Morte da Verdade – A Mentira na Era Trump”, a escritora Michiko Kakutani, que se consagrou como crítica literária do The New York Times, relata como a manipulação dos fatos e a mentira deliberada se tornaram instrumentos políticos. A autora parte de uma série de indagações pertinentes: por que os fatos objetivos estão sendo encarados com desconfiança pelas pessoas? O que as leva a desprezar o saber científico e mergulhar no obscurantismo e nas teorias da conspiração? Por que a verdade é considera um bem negociável e relativo pela população? Para responder a essas questões, Michiko volta no tempo, até o surgimento da teoria da pós-modernidade e de como ela inaugurou uma era de subjetividade no pensamento acadêmico, diluindo as fronteiras entre fatos objetivos e subjetivos e pondo em evidência a interpretação pessoal. Segundo a autora, essa relativização do mundo é apropriada com inteligência por publicitários e políticos, que passam a usar tais princípios para defender a validade de suas ideias preconceituosas e extremistas, sob o pretexto de que elas são visões sobre a realidade tão legítimas quanto quaisquer outras. A consequência disso em larga escala, segundo a autora, é esse cenário em que uma figura insólita como Donald Trump, alguém que mente deliberadamente para se autopromover, consegue ser eleito presidente da nação mais poderosa do mundo.
.
Contextos em que essa obra pode ser citada na sua redação:
– Em qualquer produção de texto que aborde questões como a pós-verdade, a pós-modernidade, as fake news, a manipulação de dados em rede, a relativização dos fatos, a cultura do egocentrismo, a mentira como instrumento político, o impacto das fake news sobre as eleições, etc;
.
A série #referências é uma iniciativa sugerida pelo professor Caetano Mondadori para oferecer aos estudantes dicas de livros, filmes, personagens, músicas, ensaios, entre outros conteúdos, que podem ser citados em suas redações. Fiquem ligados!

Compartilhar o artigo:
Compartilhar no whatsapp
Compartilhar no facebook
Compartilhar no twitter
Compartilhar no pinterest
Quer ler mais?
Artigos relacionados:
como começar a redação do Enem
Estrutura da Redação
3 Dicas práticas para começar a redação do ENEM

A dúvida sobre como começar a redação do Enem persegue muitos alunos. Afinal, fazer uma dissertação até pode ser fácil, mas o difícil mesmo é começar, não é? Eu entendo bem esse sentimento de insegurança por ter mentorado algumas centenas de alunos nos últimos anos. O maior desejo de quem treina redação para Enem é

Leia mais »

Quer conhecer meu curso semestral?