Precisa de ajuda?
Servidor I
Anterior
Próximo
Servidor II
Anterior
Próximo

Será que sua filha escreve bem? Conheça os 3 mitos sobre redação de meninas

Caetano Mondadori
Caetano Mondadori

Pensei bastante antes de escrever esse texto. Afinal, será que seria correto escrever um artigo sobre a redação de meninas em uma clara separação intelectual de gêneros?

A verdade é que nos quase dez anos como fundador de uma escola especializada em redação, alguns fatos me fizeram observar que em torno de 80% dos nossos estudantes são meninas, geralmente entre 15 e 18 anos.

caetano mondadori Como fazer seu filho escrever melhor na redacao ENEM 2 2 2

Essa maioria não é uma realidade apenas na minha escola. As mulheres vão dominar o mundo, ou melhor, já dominaram. A maioria dos universitários é mulher, por exemplo. Isso é o que aponta a pesquisa do Censo da Educação Superior de 2016, que revela que 57,2% dos alunos matriculados no ensino superior no Brasil são mulheres.

Penso que as mulheres são maioria no ambiente escolar, porque, em uma sociedade machista como a nossa, torna-se ainda mais importante que meninas tenham formação universitária, já que, em um mercado de trabalho preconceituoso, as mulheres precisam ter um currículo ainda melhor que seus concorrentes para poder se destacar.

É por isso que a maioria das mães que chegam à minha escola para uma entrevista se preocupam com a formação educacional de suas filhas. Afinal, essas mulheres conhecem as dificuldades do mercado de trabalho e querem oferecer para suas filhas uma formação adequada.

No entanto, nos últimos anos, percebi que muitos mitos rondam a vida educacional de meninas. Embora eu seja contrário a reduzir pessoas a estereótipos, precisamos aqui, sim, falar do estereótipo da aluna estudiosa. Afinal, não quero reforçar essa imagem, mas sim questionar a imensa pressão que muitas meninas sofrem para ter um excelente desempenho nos estudos.

Estou falando isso porque muitos pais e mães marcam uma entrevista comigo logo depois do resultado do Enem e mostram-se frustrados… Contam a vida acadêmica da sua filha: fez escola particular, sempre estudou muito, a redação dela sempre recebeu notas boas na escola, a letra dela é linda e ela escreve bem.

No entanto, apesar de tudo isso e do melhor estudo possível, não tirou uma nota boa na redação. Pelo menos, não tirou a nota que toda a plateia da família esperava. Sempre teve o melhor estudo e agora não conseguiu passar.

Bem, eu separei 3 pontos fundamentais para que a gente entenda por que uma aluna dedicada em redação pode não ter o resultado esperado. O que eu quero aqui é ajudar as famílias a entenderem pontos fundamentais para poder auxiliar essas jovens e não cometerem pressões injustas em relação sobre o desempenho dessas estudantes.

caetano mondadori Como fazer seu filho escrever melhor na redacao ENEM 2 4 2

1. Ela escreve bem, mas isso não é o bastante

A gente tem uma visão muito grosseira sobre alunas. A ideia da aluna estudiosa que se dedica e escreve bem, com redações bem feitas e com a letra perfeita é uma pressão bem machista. Afinal, eu tenho alunos com letras linhas e alunas com verdadeiros garranchos.

As pessoas podem ter várias características, mas existe sim a aluna da letra bonita que escreve uma boa redação na escola desde sempre. Essa aluna tem um texto organizado, bem escrito e sem erros gramaticais.

A professora do fundamental elogia suas redações e o professor do Ensino Médio diz que os texto dela são criativos. No entanto, escrever bem não significa que essa aluna tenha sido treinada para escrever bem no Enem. É preciso saber se a escola cobra os critérios adequados ou se o professor apenas faz uma observação geral da redação.

2. Nota não é tudo. Como está o tempo?

Bem, lembra que eu disse que esse texto poderia ser considerado machista, mas é o contrário. Alunas costumam ser muito cobradas na escola. Afinal, de algum modo, professores já esperam que a redação dos meninos seja mal feita, mal escrita, tenha a letra feia. No entanto, muitas vezes, é como se as alunas fossem proibidas de entregar uma redação com uma letra normal.

O texto da menina precisa ser impecável, limpo, bonito, sem rasuras. O resultado disso? Muitas mulheres costumam ser perfeccionistas não só na escola, mas também no mercado de trabalho.

É importante que a gente tenha cuidado com nossas atividades. No entanto, no caso de redação, a cobrança de algumas alunas consigo mesmas é tão grande que elas simplesmente passam uma tarde toda fazendo a redação.

O resultado? Elas aprendem que esse é o modo de fazer a redação ideal e quando chegam no Enem não vão ter esse tempo para escrever a redação. Afinal, nesse Exame você tem até uma hora para fazer a redação. A falta de costume de fazer algo em pouco tempo entra em conflito com a pressão por ser perfeita e a aluna trava completamente.

caetano mondadori Como fazer seu filho escrever melhor na redacao ENEM 2 3 1

3. Feito é melhor que perfeito

Toda essa pressão pela perfeição causa uma possível paralisia. Muitas das minhas alunas não conseguem escrever sob pressão de tempo ou não conseguem fazer uma redação sem ter pesquisado sobre o tema antes. A pressão pela perfeição causa imensa insegurança.

No entanto, para escrever para o Enem precisamos pensar nas condições da prova. E as condições são: você não sabe o tema antes, você não vai ter como pesquisar no google e você tem uma hora para fazer o texto.


Para que alguém consiga fazer isso é necessário treinar dessa forma. Isso significa que o aluno, mesmo fazendo redação pra escola, precisa fazer em uma hora. Mas para algumas alunas isso é impensável. Afinal, na primeira vez que você fizer em uma hora, talvez não consiga terminar e aí você vai com nota baixa na redação da escola e do cursinho.

Para que essas alunas consigam treinar a forma adequada de escrever, o apoio da família é fundamental. Elas precisam ser autorizadas a errar, autorizadas a fazer algo normal e não incrível, autorizadas a entender que uma nota mediana em uma redação feita em uma hora é melhor que a vaidade boba de um 960 que não se repete na hora da prova.

É esse tipo de estímulo que nós oferecemos na nossa escola. Mas isso é um projeto que exige um trabalho conjunto entre família e instituição. Por isso, quando alguém quer estudar conosco, a gente faz questão de conversar com a família e marcar uma entrevista, pois cada pessoa é única e merece atenção individual.

Se você tem uma filha que precisa estudar redação do jeito certo, você precisa conhecer o nosso curso Agiliza Red, basta clicar na imagem abaixo.

sua filha escreve bem na redacao ENEM blog novo formato 1
Clique no banner acima para conhecer nosso curso de redação semestral Agiliza Red.

Compartilhar o artigo:
Compartilhar no whatsapp
Compartilhar no facebook
Compartilhar no twitter
Compartilhar no pinterest
Quer ler mais?
Artigos relacionados:
como começar a redação do Enem
Estrutura da Redação
3 Dicas práticas para começar a redação do ENEM

A dúvida sobre como começar a redação do Enem persegue muitos alunos. Afinal, fazer uma dissertação até pode ser fácil, mas o difícil mesmo é começar, não é? Eu entendo bem esse sentimento de insegurança por ter mentorado algumas centenas de alunos nos últimos anos. O maior desejo de quem treina redação para Enem é

Leia mais »

Quer conhecer meu curso semestral?